Você sabia que o hábito de ranger os dentes pode causar diversos problemas?

Até os 6 anos, o bruxismo infantil pode ser uma consequência não apenas de fatores emocionais, como também da imaturidade do sistema neuromuscular estomatognático, ou mesmo da instabilidade da oclusão durante a substituição dos dentes. Apesar de ser fisiológico, é importante realizar o acompanhamento com o odontopediatra para verificar se o desgaste dos dentes não está além do esperado para a faixa etária.

Por outro lado, o bruxismo patológico, que ocorre após essa fase de crescimento, pode causar diversos problemas como dor de cabeça, fadiga muscular e desgaste dental. Antes de discutir como corrigir esse problema, vamos aprender um pouco mais sobre o que é o bruxismo, suas causas e sintomas.

O que é o bruxismo?

O bruxismo é o ranger dos dentes de forma consciente ou inconsciente, durante o sono ou de dia, e afeta todas as faixas etárias.

Os movimentos rítmicos são provocados pela contração involuntária dos músculos da face e pode levar ao desgaste dos dentes.

O que pode causar o ranger dos dentes?

As principais causas do bruxismo são fatores emocionais. Rotinas estressantes e situações de grande tensão emocional como um divórcio na família são exemplos de eventos que agravam esse problema.

Porém, fatores físicos também podem causar o ranger dos dentes. Alguns deles são: problemas de oclusão, ausência de vários dentes ou seu deslocamento inadequado, procedimentos dentários mal feitos, entre outros.

Como saber se você sofre de bruxismo?

Os sintomas do bruxismo são claros, mas o paciente normalmente não os leva a sério até que se agravem. São eles:

Ranger dos dentes;
Dores de dente e desgaste dental;
Dores de cabeça tensionais;
Travamento, estalos e restrição da abertura da boca ocasionados por dores na articulação da mandíbula, entre outros.

Tratamentos para controlar o problema

O bruxismo não tem cura, mas os seus sintomas podem ser minimizados. O paciente, ao notar o problema, geralmente procura um dentista. O dentista vai recomendar uma placa de mordida para ser utilizada à noite, durante o sono, e evitar o atrito entre os dentes.

Porém, o primeiro passo para controlar o bruxismo é através da diminuição da tensão muscular que causa o ranger dos dentes. O fonoaudiólogo é responsável por orientar o paciente sobre exercícios musculares de relaxamento e outras terapias complementares, como ioga e esportes.

Se você apresenta esses sintomas, procure um especialista.

→ Há mais de 20 anos no mercado de Fonoaudiologia clínica e com mais de 500 cursos e palestras ministrados no Brasil e no exterior, a Dra. Patrícia Faro é especialista em Tratamento Funcional de Cabeça e Pescoço. Para mais informações sobre o que a Fonoaudiologia pode fazer por você, entre em contato conosco e agende uma consulta.