Informativos

 
 

Informativo 6

 

Livro

Tratado de Evaluación de Motricidad Orofacial
Patrícia Faro e outros autores

Tratado de Evaluación de Motricidad Orofacial y áreas afines
Madrid - Ed. EOS, 2014

Patrícia Faro é a autora do capítulo 25 - Evaluación y anamnesis fonoaudiológica de la estetica facial: basado em la motricidad orofacial.

Clique aqui para o endereço da editora onde está sendo vendido.

 

 

 

Imagem: www.grupodenoticias.com.br

Teste da linguinha obrigatório

"A partir desta semana entra em vigor a lei 13.002/2014, que torna o teste da linguinha obrigatório em todo o país. Após sanção do projeto, em junho, pela presidenta Dilma, hospitais e maternidades públicos e particulares tiveram 180 dias para se adaptarem à nova regra.

Apesar de a língua presa ser mais conhecida pelas alterações que provoca na fala, o problema pode trazer consequências muito antes de o bebê pronunciar suas primeiras palavras. No caso dos recém-nascidos a alimentação pode ser prejudicada, já que ele afeta a sucção.

"Tem sido uma das maiores causas de desmame precoce. O bebê pode ter dificuldade de passar para a papinha, porque não faz a deglutição correta. Por volta de 1 ano e meio pode ter problemas no processo mastigatório também", explica Roberta Martinelli.

Ela ainda lembra que o exame observa os aspectos físicos da língua, mas outras características também precisam ser avaliadas, como a maneira em que a criança mama e até mesmo o choro.

"A gente observa características do choro porque o bebê que tem essa língua presa sobe mais as laterais do que a ponta da língua. Ela (a ponta) fica mais baixa que as laterais".

Para corrigir a língua presa, muitas vezes é preciso contar com intervenção cirúrgica: um corte é feito no freio, um piquezinho, para que a língua possa ter mais movimento. Com anestesia local a cirurgia dura poucos minutos e logo em seguida a criança já pode ser amamentada."

Texto: Revista Crescer

 

Revista Comunicar
CFFa - número 100 - 17 de abril de 2015

Principais matérias:

  • CFFa mobiliza parlamentares sobre os cuidados com a Voz

  • Comissão trabalha na atualização do Código de
    Ética da Fonoaudiologia

 

Diversos

 

 

 

Informativo 5

 

Criatividade

Propaganda de um sacolão em Natal, RN
Revista CEFAC, v. 11, 2009

 

Curso

III Curso teórico-Prático de Avaliação e tratamento das Disfagias 
Rio de Janeiro, RJ - 27 e 28 de novembro de 2009

 

 

 

Livro

Lançamento de livro de Fonoaudiologia Estética da Face  
Fga. Magda Zorzella, São Paulo, 26/10/09

 

 

 

Informativo 4

 

Piso salarial

Fonoaudiólogos poderão ter piso nacional de R$4.650,00 - Projeto de Lei 5394/09, do deputado Mauro Nazif (PSB-RO)

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 5394/09, do deputado Mauro Nazif (PSB-RO), que institui o piso nacional para os fonoaudiólogos no valor de R$ 4.650,00. A proposta contém uma fórmula de reajuste salarial a ser aplicada tão logo o texto seja sancionado.

Segundo o projeto o piso será aumentado com base na inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), acumulada entre fevereiro de 2009 e o mês anterior ao início de vigência da lei.

Valorizar a profissão

A partir daí, segundo a proposta, os reajustes serão anuais, também pela variação do INPC, índice calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O projeto altera a Lei 6.965/81 que regulamentou a profissão de fonoaudiólogo. De acordo com o deputado Mauro Nazif, o estabelecimento de um piso salarial nacional para a atividade tem como objetivo valorizar e melhorar as condições para o exercício da profissão, "hoje marcada pelo excesso de trabalho e pela baixa remuneração".

Tramitação

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:
- PL-5394/2009

Reportagem - Janary Júnior

Edição - Newton Araújo

(Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara')

Agência Câmara
Tel. (61) 3216.1851/3216.1852
Fax. (61) 3216.1856
E-mail:
agencia@camara.gov.br

 http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=140913

 

Diagnóstico tardio

O pediatra e a comunicação oral
Revista CEFAC, v. 11, 2009

 

 

Informativo 3

 

Interessante

Japão inventa contador de mordidas
Pequenas Empresas, Grandes Negócios - 28/09/2009

 

Matéria

Fluxo salivar mais intenso melhora mastigação de crianças
Pequenas Empresas, Grandes Negócios - 28/09/2009

 

Somos assim?

Apresentação em Powerpoint sobre FONO, muito bacana...
Criado pela fonoaudióloga Roberta Garcia para o convite de formatura da Turma de 2006 da PUC Minas, Belo Horizonte

 

 

Informativo 2

 

 

 

FONOaudiologia ESTÉTICA da face

A Ciência da Beleza - células tronco, leia e descubra
Revista Isto É Dinheiro - número 567 - págs. 74 e 75

 

 

Informativo 1

 

Consulta pública ANS:

ANS atualiza rol de procedimentos: participe da consulta pública e estimule usuários de planos de saúde a fazer o mesmo!

Prezado Fonoaudiólogo,

Encontra-se aberta a consulta pública para revisão do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.

Esse rol constitui a cobertura mínima obrigatória para todos os planos de saúde chamados planos novos (contratados a partir de 1º de janeiro de 1999).

Até o momento, os usuários de planos de saúde que necessitam de atendimento fonoaudiológico possuem cobertura garantida de apenas seis consultas ao ano, o que é absolutamente insuficiente.

Para modificar essa situação é fundamental que os profissionais e a população participem da consulta pública, enviando suas sugestões de alteração.

A proposta da Agência Nacional de Saúde, colocada em consulta pública, amplia, de forma ainda insuficiente, o quantitativo de consultas com fonoaudiólogo (24 ao ano) e, ao mesmo tempo, restringe essa ampliação a um pequeno conjunto de doenças.

Participe da consulta pública e estimule usuários de planos de saúde a fazer o mesmo!

Como participar:

  1. Acesse a consulta pública, disponível na página da ANS, clicando no endereço eletrônico: www.ans.gov.br/portal/site/instanciaparticipacaotransparencia_consultas_publicas.asp?expirar=true

  2. Preencha o formulário disponível com os dados de identificação solicitados;

  3. Na categoria “tipo de contribuição”, selecione: “ALTERAÇÃO DE DIRETRIZ DE UTILIZAÇÃO”;

  4. No campo pesquisar, insira a palavra “Fonoaudiologia” e após clique no procedimento “Consulta/Sessão de Fonoaudiologia”.

  5. Os Conselhos de Fonoaudiologia, após ampla discussão do assunto, apresenta a seguinte proposta de diretriz de utilização para “Consulta/Sessão de Fonoaudiologia”

  6. Cobertura obrigatória de 48 (quarenta e oito) sessões ao ano de contrato para terapia fonoaudiológica (habilitação/reabilitação);

  7. Cobertura obrigatória de 2 (duas) sessões ao ano de contrato para avaliação/diagnóstico fonoaudiológico;

  8. Para os casos não enquadrados nos critérios acima, cobertura obrigatória de 6 (seis) consultas fonoaudiológicas por ano de contrato (para realização de consulta inicial, consulta de seguimento, orientação fonoaudiológica e atividades de promoção e proteção à saúde).

  9. No campo “justificativa”, sugerimos respaldar a sugestão no Parecer CFFa./CISS Nº 01/09, que traz parâmetros a serem aplicados como cobertura mínima para o tratamento fonoaudiológico e não somente aos códigos listados na proposta apresentada pela ANS.

Clique aqui e acesse outras informações sobre o assunto (parecer-cffa-ciss-nc2ba-1-2009 e of-cffa-nc2ba-358-09-ans-gt-rol

 

 

Mídia

Entrevistas de Patrícia Faro sobre FONOaudiologia ESTÉTICA da face de 2004 até a última concedida na Unipê TV em agosto de 2009


http://unipe.br/unipetv/ (esta matéria foi exibida no dia 05 de agosto de 2009 na TV Miramar, canal 04)

www.youtube.com/watch?v=mpIzt42RiUI 

www.youtube.com/watch?v=_6B0-LlOg2E 

www.youtube.com/watch?v=906KrcQxPOk

www.youtube.com/watch?v=zkAk7uwTpYQ

 

 

Valinhos, SP
Espaço Amitaz
Rua Dr. Eraldo Aurelio Franceze, 57 - Bairro Paiquerê
CEP 13271-608 - Fone: (19) 3871-4212

São Paulo, SP
Rua Sena Madureira, 120 - Vila Mariana
Fones: (11) 5906-8560 / (19) 99260-0898

E-mail para contato:
contato@patriciafaro.com.br